Connect with us

Angola que dá certo

Agência da ONU quer fabricar absorventes reutilizáveis em Angola

Published

on

O Fundo das Nações Unidas para a População (FNUAP) em Angola promoveu, em Luanda, uma acção de formação, que visa ensinar e promover o fabrico de absorventes menstruais reutilizáveis.

A iniciativa da agência está enquadrada no projecto de promoção da saúde sexual reprodutiva das mulheres e raparigas, sobretudo as mais vulneráveis.

O objectivo é impulsionar o empreendedorismo e a gestão da saúde e higiene menstrual entre adolescentes e jovens mulheres do país, como parte de seus esforços contínuos para promover a igualdade de género e empoderamento feminino.

Um total de 60 jovens mulheres beneficiaram da formação de Capacitação e empoderamento, nas áreas de fabricação de itens de tecido, como absorventes íntimos reutilizáveis e impermeáveis e batas escolares, com vista a fortalecer e apoiar os princípios orientadores e prioridades comuns para o avanço da Igualdade de Género, Empreendedorismo e Gestão da Higiene e Saúde Menstrual em Angola.

Em Luanda, as formações decorreram de 25 de Outubro a 03 de Novembro, na Casa da Juventude em Viana, e na Lunda Sul, terão lugar de 06 a 17 de Novembro, na Piscina Olímpica de Saurimo. As participantes nos treinamentos foram nomeadas pelos parceiros chave do UNFPA, nomeadamente JIRO, Mwana Pwo, AfriYAN, CAJ, World Vision e CICA em cada uma das províncias alvo.

Neste sentido, e com base a Agenda 2030 para o Desenvolvimento Sustentável que visa um mundo onde todas as mulheres e meninas desfrutam de plena igualdade de género, o escritório de país do UNFPA tem vindo a implementar esta iniciativa de empoderamento das adolescentes e jovens desde 2021, com formação de 33 de jovens mulheres no desenvolvimento e criação da própria marca e confecção de absorventes íntimos reutilizáveis e impermeáveis.

Em 2023 em parceria com o Governo de Angola, especificamente com o Ministério da Juventude e Desportos, o UNFPA disponibilizou recursos para a criação de duas salas de costura, em Luanda e na Lunda Sul, para o treinamento em empreendedorismo, gestão da higiene e saúde menstrual para adolescentes e jovens mulheres.

Em Luanda, a cerimónia oficial de lançamento das salas aconteceu no dia 1 de Novembro, na Casa da Juventude de Viana, ao passo que no dia 08 de Novembro, acontece na Piscina Olímpica de Saurimo, na Lunda Sul, estando convidados representantes ao mais alto nível dos Ministérios da Juventude e Desportos, da Acção Social Família e Promoção da Mulher, Saúde e Educação, Agências das Nações Unidas, representantes do Corpo Diplomático, Gabinete da Primeira-Dama da República, representantes da Sociedade civil e do sector privado

Os treinamentos são facilitados pela consultora internacional caboverdiana, Lara Almeida, responsável pela primeira formação realizada em Angola nesta área em 2021, com experiência comprovada na produção e comercialização de produtos menstruais reutilizáveis e artigos de beleza feminina, bem como nos temas de igualdade e equidade de género e empoderamento da mulher em Cabo Verde.

Para além das salas de costura, que já estão equipadas com máquinas semi-industriais, os materiais para a fabricação de absorventes menstruais reutilizáveis e batas necessários para os treinamentos e primeiros três meses de laboração dos Centros serão fornecidos pelo UNFPA, como forma de incentivar e promover o empreendedorismo das adolescentes e mulheres.