Connect with us

Mundo

Agência da ONU para refugiados denuncia ataques a escolas em Gaza

Published

on

O director da agência das Nações Unidas para os refugiados palestinianos (UNRWA) denunciou hoje ataques “terríveis” contra escolas que abrigam deslocados em Gaza, num dos quais terão morrido pelo menos 50 pessoas num bombardeamento israelita.

“Estamos a receber imagens aterradoras de muitos mortos e feridos, mais uma vez, numa escola de UNRWA que abriga milhares de pessoas deslocadas no norte da Faixa de Gaza”, escreveu Philippe Lazzarini no X (antigo Twitter).

“Estes ataques (…) têm de parar. Um cessar-fogo humanitário não pode esperar mais”, acrescentou.

Os ataques israelitas de hoje ao campo de refugiados de Jabalia, no norte da Faixa de Gaza, gerido pelas Nações Unidas, terão matado mais de 80 pessoas, entre as 50 que estavam abrigadas numa escola, e, posteriormente, 32 pessoas da mesma família, entre as quais 19 crianças.

Jabalia é o maior campo de refugiados da Faixa de Gaza, onde mais de 80% dos habitantes são refugiados ou descendentes de refugiados que deixaram as suas casas em 1948, quando o Estado de Israel foi estabelecido.

Todos estão ao cuidado da agência das Nações Unidas para os refugiados palestinianos, que administra os oito campos no pequeno território.

Formado em radiojornalismo, com passagem por órgãos de comunicação social públicos e privados. Possui formação internacional em Comunicação e Multimedia. Estudante do curso superior de Gestão/Comunicação e Marketing.