Connect with us

Mundo

África do Sul: ANC e oposição acordam governo de coligação

Published

on

O Congresso Nacional Africano (ANC), vencedor das eleições e a Aliança Democrática (AD), principal partido da oposição na África do Sul, chegaram hoje a um acordo para a formação de um governo de unidade nacional.

A informação foi avançada há instantes pela RFI, que acrescenta na notícia que ainda esta sexta-feira, o Parlamento vai eleger o Presidente da República.

O anúncio do acordo foi feito hoje, pelo presidente do principal partido da oposição, Joh Steenhuisen, líder da Aliança Democrática (AD).

O político disse que as forças políticas chegaram a “um acordo de princípio para a formação de um governo de unidade nacional” que vai juntar o ANC, o AD [de centro-direita] e o partido nacionalista zulu (IFP).

Ontem, quinta-feira, o Congresso Nacional Africano (ANC), já tinha avançado que chegou a um acordo com vários partidos para formar um governo de coligação, após perder a maioria absoluta nas eleições da África do Sul, onde governa desde o fim do apartheid.

O histórico ANC, que também ja foi dirigido por Nelson Mandela, ficou em primeiro lugar com 40% dos votos, obtendo, desta forma, o pior resultado desde 1994, quando chegou ao poder com o emblemático líder da luta contra o regime do apartheid, Nelson Mandela.

O acordo deve permitir que Cyril Ramaphosa seja nomeado para um segundo mandato de Presidente na sessão parlamentar desta sexta-feira.

O ex-sindicalista que se tornou num empresário de sucesso chegou ao poder em 2018, após a queda de Jacob Zuma por acusações de corrupção.

Ramaphosa prometeu uma nova era para a África do Sul, mas o desemprego atingiu máximos históricos.

Com RFI