Connect with us

Politica

África Central quer implementação do Conselho de Paz e Segurança da região

Published

on

O presidente da Comissão Económica dos Estados da África Central (CEEAC) defendeu a implementação do Conselho de Paz e Segurança da região, para fortalecer a cooperação política e segurança dos países membros.

Gilberto Veríssimo fez a proposta durante a 23ª Cimeira da CEEAC, que decorreu este sábado, 01, em Libreville, no Gabão, e contou, inclusive, com a presença do Presidente da República, João Lourenço.

A reunião de Chefes de Estado e de Governo teve como objectivos debater questões de segurança e de paz nessa região e aspectos relacionados com a natureza económica da organização.

Entre os propósitos da CEEAC estão a implementação de uma política comum, visando eliminar impostos alfandegários entre os Estados-membros, estimular o livre movimento de pessoas e bens e serviços, fazer avançar o desenvolvimento industrial na região, entre outras aspirações.

Integram a organização Angola, Burundi, Camarões, Tchad, Gabão, Guiné Equatorial, República Centro-Africana, República do Congo, República Democrática do Congo, Rwanda e São Tomé e Príncipe.

O encontro contou com intervenções do presidente anfitrião, Ali Bongo Ondimba, do presidente da  Comissão Económica dos Estados da África Central (CEEAC), o angolano Gilberto Veríssimo, e do presidente da Comissão da União Africana, Moussa Faki Mahamat.