Connect with us

Politica

Adis Adeba: conflito na RDC e aceleração da Zona de Comércio Africana na agenda de João Lourenço

Published

on

O Presidente da República, João Lourenço, recebe, hoje, em Adis Adeba, diversas personalidades, de entre elas o Secretário Geral das Nações Unidas, António Guterres, em reuniões relacionadas com a sua mediação do conflito no Leste da RDC.

No fim-de-semana, o Chefe de Estado angolano participa na 36ª sessão da Conferência de Chefes de Estado e de Governo da União Africana, que decorre na capital da Etiópia.

Segundo comunicado da presidência, a cimeira terá como tema “Acelerar a implementação da Zona de Comércio Livre Continental Africana”.

A Zona de Livre Comércio é um bloco económico regional formado por diversos países africanos com a finalidade de reduzir ou eliminar as taxas alfandegárias entre os países membros. O objectivo é estimular o comércio entre os países participantes.

Assim, as nações africanas projectam reduzir as tarifas sobre diversas mercadorias e preveem uma “maior industrialização e agregação de valor” aos produtos do continente.

O acordo de estabelecimento da AICFTA (sigla em inglês) foi assinado em Março de 2018 por 54 dos 55 países membros da União Africana e ratificado por 31. As negociações tiveram início em 2015.

De acordo com o Banco Mundial, o bloco económico soma mais de 1,3 biliões de pessoas e um PIB conjunto de 3,4 trilhões de dólares. A entidade também estima que, com as mudanças, mais de 30 milhões de pessoas deixem a extrema pobreza na região.

Conflito na RDC sobre a mesa da reunião entre João Lourenço e Tshisekedi

 

Formada em Comunicação Social com habilitação em Jornalismo, a profissional actua no mercado de comunicação há 18 anos. Iniciou a sua carreira em 2004, apresentando um programa de rádio e logo migrou para a comunicação digital, para a impressa e, posteriormente, a institucional. Tem vasta experiência como web journalist, criação e gestão de redes sociais, tendo participado dos projectos de desenvolvimento de diversos sites, blogs e redes sociais governamentais, privados e do terceiro sector. Reside em Luanda desde 2012, tendo trabalhado como jornalista no portal de notícias Rede Angola, como assessora de imprensa e directora de Comunicação e Operações nas Agências NC - Núcleo de Comunicação e F.O.T.Y, atendendo diversos clientes governamentais e privados. Actualmente trabalha como editora do portal Correio da Kianda.