Connect with us

Angola

Adão de Almeida preside acto central do 11 de Novembro

Published

on

O Ministro de Estado e Chefe da Casa Civil do Presidente da República, Adão Francisco Correia de Almeida, preside este sábado, 11 de Novembro, em Saurimo, Província da Lunda Sul, o acto Central das celebrações do 48.º aniversário da Independência Nacional.

De acordo com  programa das celebrações tornado público pelo MAT, na cidade de Saurimo, reserva, antes do acto político a ter lugar no Cine Chicapa, a deposição da coroa de flores no Jardim Cívico, pelo presidente do acto, que encabeça uma delegação de vários Ministros, entre os quais o da Administração do Território, Dionísio Manuel da Fonseca.
Consta ainda do roteiro de actividades, segundo a programa consultado pelo Correio da Kianda, visita à uma feira agropecuária e a inauguração de várias infra-estruturas sociais construídas no âmbito do PIIM.
O início das celebrações do Dia da Diapanda foi marcado com a visita do Presidente da República, João Manuel Gonçalves Lourenço, à Província do Bengo, na passada segunda-feira, 6 de Novembro, onde, para além de se reunir com o Governo Provincial e membros do Executivo, procedeu à inauguração da Centralidade do Bucula – “Teresa Afonso Gomes” e do Hospital Geral do Bengo – Reverendo Guilherme Pereira Inglês”.
O 48.° aniversário da Independência Nacional ficou também historicamente marcado pela inauguração, no dia 10 de Novembro, do novo Aeroporto Internacional Dr. António Agostinho Neto, pelo Chefe de Estado.
Para este ano, as comemorações da Independência Nacional,  realiza-se sob o lema “11 de Novembro  – Unidos  pelo  desenvolvimento de Angola” e decorre no período de 1 a 25 de Novembro de 2023, com objectivo de divulgar e realçar a importância da data, enquanto marco de transcendente importância na união das várias sensibilidades nacionais, com vista a valorização da Pátria, assente na vontade da construção de um Estado Democrático de Direito e a unidade da Nação Angolana.
Participam do Acto Central de hoje,  vários membros do Executivo, deputados à Assembleia Nacional, representantes de partidos políticos com assento parlamentar, membros da sociedade civil e cidadãos da Província anfitriã.
Continue Reading
Click to comment

Leave a Reply

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *