Connect with us

Politica

Adalberto Costa Júnior acusa governo de ser “incompetente e corrupto”

Published

on

O presidente da UNITA acusou esta terça-feira, 21, o Governo, sob liderança  do presidente João Lourenço, de ser  “incompetente e corrupto”. Adalberto Costa Júnior disse ainda, que para se acabar com os problemas na gestão de recursos do país, é a UNITA que deve ser responsável por esta missão.

As palavras do presidente do maior partido da oposição foram proferidas quando falava na abertura da 5.ª reunião ordinária do comité permanente do seu partido, nesta terça-feira, 21, no Complexo da Sovsmo em Luanda, data em que a UNITA comemora o “Dia do Patriota”, em homenagem ao seu fundador Jonas Savimbi, morto em combate a 22 de Fevereiro de 2002.

Adalberto Costa Júnior disse ainda que Jonas Savimbi, mesmo depois de morto, “continua a influenciar e inspirar gerações de jovens” e que “apesar da imensa intoxicação e propaganda contra si”, refere o presidente da UNITA, cresce diariamente a multidão dos que o consideram uma “verdadeira inspiração do patriotismo angolano”.

No entender do presidente da UNITA, a visão de Jonas Savimbi sobre Angola e o mundo “colocou-o numa posição de alvo a abater, por aqueles que o viam como um obstáculo ao lucro fácil e a exploração desenfreada dos recursos do país”.

“21 anos após a sua morte, o país não se democratizou, apesar das extraordinárias acumulações de capital que deveriam ter servido de alavancas promotoras do desenvolvimento do país”, disse, acrescentando, “Por isso, Angola “continua a passar ao lado de uma história de sucesso”.

“Todos os angolanos já entenderam que a falta de água e de luz, o desemprego, a exclusão, a pobreza, o subdesenvolvimento, não tem Jonas Savimbi como responsável, mas sim um Governo incompetente, corrupto e antidemocrático”, acusou o político.

“Olhemos à nossa volta, que Angola temos nós? Acabou o sofrimento e a miséria? Temos energia e água? A fome acabou? Temos escolas dignas, temos saúde de qualidade”, questionou.