Connect with us

Sociedade

Activistas acusados de “vender” manifestação por cinco milhões de kwanzas

Published

on

O activista Nuno Álvaro Dala denunciou, nas suas redes sociais, que activistas de Viana estariam a pedir cinco milhões de kwanzas para não realizarem a manifestação, agendada para o próximo dia 20, que pretende exigir a exoneração do administrador daquele município, Fernando Eduardo.

Nuno Álvaro Dala disse, inclusive, que procurou a Administração Municipal de Viana para confirmar tal informação e que possui mais “dados em mãos”.

“Se a manifestação não sair, vou detonar os organizadores e denunciá-los como uma fraude”, ameaçou, num texto que está a ser amplamente partilhado nas redes sociais.

A publicação avança ainda que não é a primeira vez que os activistas de Viana têm este comportamento. De acordo com o texto, em 2019, o grupo terá feito o mesmo com o então administrador do Município de Viana, André Soma.

“Não é a primeira vez que esses mercenários, que não gostam de estudar, não gostam de trabalhar, recorrem a esse esquema sujo”, entrega Nuno Dala e disse que quando obteve tal informação “já era tarde. Tudo já tinha sido feito”.

O activista disse ainda que está “com os dados em permanente actualização. E, caso a manifestação não saia, será evidência de que venderam a manifestação”.

“Devem ser denunciados. Vender manifestações não é activismo. É bandidagem pura”, denunciou.

Continue Reading
1 Comment

Leave a Reply

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Advertisement

Colunistas

Daniel Sapateiro
Daniel Sapateiro (17)

Economista e Docente Universitário

Ladislau Neves Francisco
Ladislau Neves Francisco (25)

Politólogo - Comunicólogo - Msc. Finanças

Olivio N'kilumbo
Olivio N'kilumbo (21)

Politólogo

Vasco da Gama
Vasco da Gama (89)

Jornalista

Walter Ferreira
Walter Ferreira (21)

Coordenador da Plataforma Juvenil para a Cidadania