Connect with us

Sociedade

ACNUR e Angola trabalham para melhor integração social dos refugiados da RDC

Published

on

O mundo celebra hoje o Dia Mundial do Refugiado, designado pelas Nações Unidas para homenagear as pessoas refugiadas em todo o mundo.

Este ano a data se comemora sob o tema “Mudança no clima, mudança na jornada: protegendo pessoas deslocadas também das mudanças climáticas”.

Segundo uma nota do Ministério das Relações Exteriores, o país abriga cerca de 57 mil refugiados e requerentes de asilo que beneficiam de várias políticas de assistência social levadas a cabo pelo Governo e o Alto Comissariado das Nações Unidas para os Refugiados.

A nota refere ainda que grande parte dos refugiados e requerentes de asilo são cidadãos de nacionalidade congolesa, guineenses, marfinenses, mauritanos, somalis, sudaneses e eritreus, sendo que uma das áreas de assentamento mais referenciadas é a do Lóvua, na província da Lunda Norte.

De acordo com o ACNUR, desde 2019, mais de quatro mil refugiados já regressaram de forma voluntária para as suas áreas de origem

A especialista da Comunicação do ACNUR, Camila Geraldo, explica que o Governo angolano e parceiros das agências da ONU, trabalham para melhor integração social dos refugiados da RDC.

Ouça as declarações no Jornal da Noite, da Rádio Correio da Kianda

Continue Reading
Click to comment

Leave a Reply

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *