Connect with us

Sociedade

Acidentes de viação é a segunda causa de morte em Angola

Published

on

Até Setembro deste ano, as estradas do país registaram 1.760 mortes, em mais de sete mil e quatrocentos acidentes de viação.

Os dados foram divulgados dentro do quadro da homenagem que o mundo prestou este domingo, 20, em memória das vítimas das estradas, com o objectivo de lembrar os acidentes que ocorreram nas vias, apontado como segunda causa de morte em Angola.

É cada vez mais perigoso conduzir pelas estradas do país. É preciso ter muita cautela para se chegar ileso ao destino. Quando menos se espera, surgem buracos onde antes se circulava à vontade, sem que as entidades competentes coloquem sinalização adequada que evite acidentes.

A reportagem feita pelo Correio da Kianda constatou que de Luanda ao Sumbe estão a surgir vários buracos ao longo do traçado. Ainda que pequenos, tendem a aumentar devido ao grande fluxo de viaturas ligeiras e pesadas. A cada dia que passa, os buracos aumentam de tamanho e o trânsito fica mais perigoso e complicado.

Conduzir pode ser um martírio para alguns, mas com boas estradas e cumprindo as regras de trânsito, a viagem de longa distância pode ser feita com tranquilidade.

É necessário que os automobilistas estejam cientes dos perigos que podem enfrentar, especialmente nas estradas rurais e remotas. Se tiverem de viajar durante a noite, devem estar atentos, para não chocarem com os animais que pastam ao longo da estrada.

Colunistas