Connect with us

Luto

Acidente de viação mata seis pessoas e faz dezenas de feridos na Estrada Nacional 120

Published

on

Seis pessoas morreram e outras 48 ficaram feridas num acidente de viação ocorrido na madrugada desta quinta-feira, 8, no troço que liga o desvio da Munenga, na província do Cuanza Sul ao município de Cambambe, província do Cuanza Norte.

O acidente envolveu um autocarro proveniente da província do Huambo com 56 ocupantes, com destino a Luanda.

Alguns dos feridos apresentam lesões graves e estão a ser assistidos no Hospital Provincial Agostinho Neto, em Ndalatando, no Municipal de Cambambe e outros estão no Libolo (Cuanza Sul).

De acordo com o porta-voz do Comando Provincial da Polícia Nacional no Cuanza Norte, Edgar Salvador, o acidente ocorreu por volta das zero horas, e foi provocado por presumível excesso de velocidade, que causou o despiste da viatura, seguido de capotamento.

Informou que os corpos das vítimas mortais encontram-se na morgue do Hospital Municipal do Libolo, assim como 18 feridos, enquanto que o Hospital Municipal de Cambambe recebeu 19 e o Provincial do Cuanza Norte 11, incluindo duas crianças.

O director clínico do Hospital provincial do Cuanza Norte, António da Costa, citado pela Angop, informou que dois dos 11 pacientes que deram entrada naquela unidade encontram-se em estado crítico e recebem assistência na área de cuidados intensivos.

António da Costa disse que um dos pacientes em estado clínico grave, por falta de médico neurocirurgião na província, será transferido para Luanda.

O outro, em estado de coma, depois de estabilizado também será evacuado para Luanda.

O médico esclareceu que as duas crianças estão ilesas, enquanto que três pacientes apresentam lesões e escoriações leves na face e membros inferiores e dois, com fracturas no fémur, serão operados localmente.

O governador da província do Cuanza Norte, Adriano Mendes de Carvalho, lamentou a situação e apelou aos automobilistas que tenham mais prudência e sentido de responsabilidade para evitar catástrofes do género.
O dirigente assegurou que o Governo da Província está a apoiar os sinistrados.

Continue Reading
Click to comment

Leave a Reply

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *