Connect with us

País

A morte do AngoSat-1 parece provável. Angola e Rússia em negocios para substituição do satélite Angolano

Published

on

Angola e Rússia já estão a negociar a criação de um novo satélite – o AngoSat-2 -, processo que deverá acabar no final de Maio, avança a LAC, citando como fonte a imprensa russa.

Segundo a imprensa russa, desde Janeiro que a morte do AngoSat-1 parece provável e, como tal, a partir de Fevereiro Angola e Rússia começaram a discutir a sua substituição pelo AngoSat-2, processo que deverá terminar no final do próximo mês de Maio.

Desde o seu lançamento em órbita, as incertezas sobre o seu funcionamento foram se arrastando, tendo gerado várias controversias, o que terá levado O ministro das Telecomunicações e Tecnologias de Informação, José Carvalho da Rocha, garantido que o satélite angolano, AngoSat-1, continuava em órbita, mas que a análise final do seu estado aconteceria em abril.

Recorde-se que o AngoSat-1 representa um investimento de 320 milhões de dólares, tendo sido construído por um consórcio estatal russo.

Depois do lançamento, a 26 de Dezembro, o aparelho teve vários contratempos, nomeadamente de comunicação com a estação espacial russa, aparentemente por problemas no sistema de recarga das baterias

Colunistas