Connect with us

A voz do Cidadão

A média de um governante angolano permanecer no cargo é de 6 meses – Manuel Pinheiro

Redação

Published

on

Fico feliz por não ter expectativas. Durante muito tempo nos foi alimentada a ideia de que se as coisas não funcionam porquê existe algum culpado que impede o bom funcionamento. E a nossa forma de resolver é exonerar.

A média de um governante angolano permanecer no cargo é de 6 meses, desde 2017 altura que o Presidente João Lourenço tomou as rédeas do poder já exonerou todos e já nomeou todos, o que representa que temos uma administração muito complexa por diversas razões de ordem politica, econômica e até sociológica.

O argumento desta vez foi de carácter económico por causa da baixa do brent que serve de referência as nossas exportações de petroleo.

Houve extinção de 7 departamentos ministeriais por fusão diga-se complexa por quanto em alguns casos não encontramos afinidades entre os departamentos fundidos refiro por exemplo à função do Ministério do turismo cultura e ambiente ou mesmo correios telecomunicações e comunicação social .

Tempo debitei argumentos de que ao invés de se nomear Secretários de Estado enquanto auxiliares de departamentos autônomos, preferia que fossem nomeações a vice-ministros pois assim os ministros teriam auxiliares globais, mas não foi este o caminho seguido de 28 Ministérios ficamos em 21 auxiliares do titular do poder executivos , mas no nosso caso os ministros não lidam directamente com o Presidente pós os auxiliares directo do Presidente da República são os seus Secretarios junto da presidência , os assessores e consultores e ainda os chamados órgãos essencias singulares que têm mais poderes que qualquer Ministerio.

Que ganho a obter com actual figurino ? Pessoalmente não albergo qualquer expectativa com a redução de custos e como todos observadores convergem grande parte das estruturas administrava pertencem ao quadro permanente da administração pública e mesmo que fossem aposentados continuariam com as suas regalias e privilégio.

Rejuvenescimento de quadros com raras excepções a maioria dos nomeados podem ser jovens biologicamente, mas já são antigos nos diversos órgãos portanto o que acabamos ver não deixa de ser mais uma remodelação. De momento só quatro ministérios não foram objeto de remodelação designadamente : Educação Superior e Ciência Tecnologia, Justica e Direitos Humanos e Energia e Aguas.

Continue Reading
Advertisement
Click to comment

Leave a Reply

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Advertisement

Colunistas

Ladislau Neves Francisco
Ladislau Neves Francisco (23)

Politólogo - Comunicólogo - Msc. Finanças

Olivio N'kilumbo
Olivio N'kilumbo (21)

Politólogo

Vasco da Gama
Vasco da Gama (74)

Jornalista

Walter Ferreira
Walter Ferreira (14)

Coordenador da Plataforma Juvenil para a Cidadania