Connect with us

Reportagem

“Actividade do partido não se pode reduzir aos comícios” – João Lourenço

Published

on

O presidente do MPLA apelou aos militantes do seu partido nesta segunda-feira, 18, no seu discurso de abertura da Reunião do Comité Central, que as actividades do partido que dirige o governo não podem se reduzir aos comícios, que entende serem necessários e importantes, mas sim a de levar aos amigos e simpatizantes, a trabalhar todos os dias no bairro, na comunidade, “ali onde estiverem, na mobilização para a causa daqueles angolanos, que não são militantes do MPLA”.

Enfatizou o presidente do MPLA no seu discurso, sublinhando que desde a fundação do partido no poder que os seus adversários apostaram fortemente na destruição do MPLA, estimulando a divisão interna, “através da criação de facções reais ou virtuais”.

“O MPLA é um partido maduro e sólido, que se apoia no povo que jurou defender. Por isso é que sempre que surgem tais tentativas,  por parte de quem sempre fez leituras erradas ao longo da história, temos sabido superar, e sair cada vez mais fortalecidos”, atirou, referenciando como exemplo de coesão no seio do partido, o “chumbo” dos deputados na Assembleia Nacional, no processo de iniciativa da UNITA, que tinha como propósito destituir o Presidente da República.