" />
Conecte-se agora

O presidente norte-americano cancelou esta quinta-feira a reunião que tinha programada com Vladimir Putin à margem da cimeira do G20, em Buenos Aires.

Num tweet Donald Trump deu conta de que a decisão foi motivada pelo escalar de tensões entre a Rússia e a Ucrânia após os incidentes ao largo da Crimeia no fim de semana passado.

“Baseado no facto de os navios e os marinheiros ainda não terem sido devolvidos à Ucrânia pela Rússia, decidi que seria melhor para todas as partes envolvidas cancelar a reunião que estava agendada previamente na Argentina com o presidente Vladimir Putin. Aguardo uma cimeira construtiva noutra ocasião assim que a situação esteja resolvida”, pode ler-se na publicação.

Esta quinta-feira de manhã, o presidente dos Estados Unidos ainda chegou a dizer aos jornalistas que deveria “provavelmente” encontrar-se com Putin na mesma, apesar do incidente recente em que os navios russos abriram fogo e apreenderam três embarcações ucranianas, no estreito de Kerch, perto da Crimeia. A Rússia considerou que os navios estavam em águas russas e que resistiram à ação da guarda costeira, na versão da Ucrânia, os navios estavam em águas neutras e foram atacados pelas forças russas.

“Provavelmente ainda me vou encontrar com o presidente Putin. Não cancelámos essa reunião. Estava a pensar nisso, mas não o fizemos. Eles gostavam de a manter. Acho que é uma ótima altura para ter uma reunião. Vou ser informado no avião sobre o que acontecerá a esse respeito”, referiu, citado pela CNN, à entrada do Marine One.

O Kremlin afirma que não notificado do cancelamento do encontro.

NM

Continue Lendo
Publicidade
Clique para comentar

Deixe um comentário

avatar
  Subscribe  
Notify of