" />
Conecte-se agora

Partidos Politicos

Militantes da APN manifestam-se contra desvio de dinheiro da campanha eleitoral

Redação

Publicados

on

- Quintino APN - Militantes da APN manifestam-se contra desvio de dinheiro da campanha eleitoral

Militantes do partido Aliança Patriótica Nacional (APN), liderado por Quintino Moreira, realizam hoje uma manifestação em Luanda, diante da sede deste partido, para contestar um alegado desvio de fundos da campanha eleitoral de 2017, violação do estatuto do partido e a realização do VI Congresso Ordinário.

O secretário do bureau político para os Assuntos Políticos e Eleitorais da (APN), Daniel Pedro, assegurou que a manifestação, que será realizada por mais de cem militantes, vai decorrer das 10h às 15 horas diante da sede do partido.
Em declarações a OPAÍS, Daniel Pedro referiu que a direcção do partido nunca apresentou nenhum relatório que tem a ver com as despesas da campanha eleitoral de 2017. Realçou que o presidente Quintino Moreira nomeou o seu irmão Camilo Moreira como principal gestor da conta do partido no banco BPC, tendo indicado este ainda como administrador eleitoral.

“O secretário-geral dentro do nosso estatuto diz que deve ser eleito, mas este secretário-geral que é irmão do presidente o senhor Camilo Moreira foi indicado por ele. Não foi eleito”, esclareceu

Avançou também que Quintino Moreira nomeou o seu sobrinho António Carlos como secretário para a administração e finanças do partido.

De acordo com a fonte, os militantes solicitam a realização do VI congresso Ordinário, porque, de acordo com as reuniões ordinárias, está previsto para o ano de 2018 que já está a terminar a realização de um congresso para eleger o presidente e o secretário-geral.
Delegados de lista das eleições 2017

Disse ainda que alguns delegados de lista que trabalharam nas eleições de 2017 ainda não receberam o dinheiro acordado entre as partes.
Por outro lado, o director do gabinete do presidente da APN, Edilson Francisco, assegurou que o partido esta a par da situação. Deverá reunir hoje,17, com os seus membros para discutir so- bre o assunto e em breve a direcção do partido vai indicar um responsável para melhor esclarecimento sobre o assunto.

O partido político Aliança Patriótica Nacional (APN) foi legalizado pelo Tribunal Constitucional de Angola a 12 de Agosto de 2015.
A nova formação política, fundada por Quintino António Moreira, nasce da antiga coligação Nova Democracia – União Eleitoral (ND-UE), e está representada em todo o país.

OPAIS

Continue Lendo
Publicidade
Clique para comentar

Deixe um comentário

avatar
  Subscribe  
Notify of
Publicidade

Autores

Ana Margoso
Ana Margoso (5)

Jornalista

António Sacuvaia
António Sacuvaia (144)

Editor

Ladislau Neves Francisco
Ladislau Neves Francisco (7)

Politólogo - Comunicólogo - Msc. Finanças

Olivio N'kilumbo
Olivio N'kilumbo (8)

Politólogo

Vasco da Gama
Vasco da Gama (33)

Jornalista

Victor Hugo Mendes
Victor Hugo Mendes (9)

Jornalista e Escritor

Walter Ferreira
Walter Ferreira (4)

Coordenador da Plataforma Juvenil para a Cidadania

Publicação