" />
Conecte-se agora

Mundo

Lula diz à juíza federal que virou “troféu” da Lava Jato

Redação

Publicados

on

- LULA - Lula diz à juíza federal que virou “troféu” da Lava Jato

O ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva afirmou nesta quarta-feira (14) que virou um “troféu” da operação Lava Jato, pela qual cumpre pena de 12 anos e um mês de prisão na superintendência da Polícia Federal em Curitiba.

Em depoimento à juíza Gabriela Hardt, substituta de Sérgio Moro, que se afastou das atividades de juiz após aceitar o convite do presidente eleito Jair Bolsonaro para ser ministro da Justiça, Lula declarou que se considera “um troféu que a Lava Jato precisava entregar”.

“Não sei porque não gostam de mim, mas sou um troféu que precisavam entregar”, declarou Lula durante uma audiência de mais de três horas na sede da Justiça Federal do Paraná.

Durante o depoimento, Lula voltou a negar ser o proprietário do sítio em Atibaia ou ter conhecimento das obras realizadas no local por empreiteiras, o que motivou o processo.

“O sítio não era meu e não tinha a obrigação de perguntar ou saber” sobre as obras.
No início do depoimento, Lula e a juíza Hardt discutiram brevemente quando o ex-presidente questionou se a justiça o considerava proprietário do sítio.

“Se o senhor vai começar com este tom comigo vamos ter problemas”, reagiu a juíza.

Lula se disse “cansado de mentiras”, e em vários momentos criticou a apresentação em powerpoint realizada por procuradores da Lava Jato que o apontavam como o chefe de um amplo esquema criminoso.

“Quando vi o powerpoint disse ao PT que se fosse presidente do partido pediria para que todos os membros, do Brasil inteiro, processassem o Ministério Público para que provasse este powerpoint”.

Hardt reagiu qualificando a declaração de “intimidação”.

Perguntado sobre se o sítio em Atibaia passou por reformas durante a Copa do Mundo do Brasil-2014, Lula reagiu com bom humor e respondeu: “quem estava passando por reformas nesta Copa era a seleção”.

Quando um dos presentes se desculpou por sair mais cedo da audiência, o ex-presidente brincou: “Não quer me levar com você?” – provocando risadas na sala.

Antes do ex-presidente, foi interrogado por cerca de uma hora o pecuarista José Carlos Bumlai, acusado de lavagem de dinheiro no âmbito do mesmo processo, que abrange 13 pessoas.

Lula, de 73 anos, chegou à sede da Justiça Federal em um carro da Polícia Federal no início da tarde. Uma forte operação de segurança acompanhou a caravana que deixou a superintendência da PF, em frente à qual dezenas de militantes cantavam e agitavam bandeiras de apoio ao ex-presidente (2003-2010).

O comboio deixou o prédio por uma porta traseira. “Sabíamos que não iam dar o gosto a Lula de nos ver, mas mandamos ânimo a ele do mesmo jeito para que sinta nossa companhia”, disse Susi Montserrate, na vigília que se instalou em um terreno vizinho desde que Lula foi preso, em 7 de abril.
Pela manhã, o líder da esquerda recebeu seus advogados e Fernando Haddad, candidato do PT derrotado nas presidenciais de outubro, nas quais foi eleito Jair Bolsonaro com 55% dos votos.

Deputados e senadores do PT acompanharam a manifestação, assim como grupos mais numerosos de pessoas que foram até a sede da Justiça Federal do Paraná.

AFP

Continue Lendo
Publicidade
Clique para comentar

Deixe um comentário

avatar
  Subscribe  
Notify of
Publicidade

Autores

Ana Margoso
Ana Margoso (5)

Jornalista

António Sacuvaia
António Sacuvaia (142)

Editor

Ladislau Neves Francisco
Ladislau Neves Francisco (7)

Politólogo - Comunicólogo - Msc. Finanças

Olivio N'kilumbo
Olivio N'kilumbo (8)

Politólogo

Vasco da Gama
Vasco da Gama (33)

Jornalista

Victor Hugo Mendes
Victor Hugo Mendes (9)

Jornalista e Escritor

Walter Ferreira
Walter Ferreira (4)

Coordenador da Plataforma Juvenil para a Cidadania

Publicação