" />
Conecte-se agora

Mundo

Bolsonaro vence em Luanda com 54,81% dos votos

O candidato da extrema-direita às eleições presidenciais brasileiras Jair Bolsonaro venceu a votação em Luanda, obtendo 91 dos 166 votos expressos (54,81%), contra 67 (40,36%) de Fernando Haddad, do Partido dos Trabalhadores (PT), indicam dados oficiais.

Redação

Publicados

on

- Bolsonaro - Bolsonaro vence em Luanda com 54,81% dos votos

Segundo o edital afixado numa porta da Embaixada do Brasil em Luanda, o número de votantes hoje foi igual ao da primeira volta, 166, com a particularidade de se terem registado seis votos nulos (3,61%) e dois em branco (1,20%), uma vez que, face ao número diminuto de eleitores, não foi utilizada a urna eletrónica.

Na primeira volta, em 07 deste mês, Bolsonaro tinha também ganhado em Angola, ao recolher 88 votos, contra os 33 de Haddad, com os restantes 45 a serem dispersos pelos outros candidatos.

Em Luanda, a única urna, colocada na missão diplomática brasileira em Luanda, abriu às 08:00 e encerrou às 17:00, tendo o edital sido afixado pouco depois das 18:30 locais (17:00 em Lisboa).

A taxa de participação na votação para as presidenciais brasileiras em Angola foi de 48,53%, tendo em conta que estão registados 342 eleitores.

Hoje de manhã, em declarações à agência Lusa, o embaixador brasileiro em Angola, Paulino Carvalho Neto adiantou que, na segunda-feira, às 11:00, haverá uma conferência de imprensa na missão diplomática em Luanda.

Segundo os primeiros resultados conhecidos das comunidades brasileiras no estrangeiro, Jair Bolsonaro venceu em Timor-Leste e nas principais cidades da Austrália, Sydney e Melbourne.

Fotos distribuídas nas redes sociais de documentos afixados em locais de votação confirmam igualmente uma vitória de Bolsonaro no Japão e na Nova Zelândia.

Segundo os primeiros resultados conhecidos das comunidades brasileiras no estrangeiro, Jair Bolsonaro venceu em Timor-Leste e nas principais cidades da Austrália, Sydney e Melbourne.

Fotos distribuídas nas redes sociais de documentos afixados em locais de votação confirmam igualmente uma vitória de Bolsonaro no Japão e na Nova Zelândia.

Cerca de 147,3 milhões de eleitores foram chamados hoje às urnas para decidir quem será o próximo Presidente da República brasileiro, numa disputa entre a extrema-direita, com Jair Bolsonaro, e a esquerda, com Fernando Haddad.

Além da corrida pelo cargo de Presidente, os brasileiros terão também de escolher os próximos representantes no parlamento (Câmara dos Deputados e Senado) e nos governos regionais que não ficaram definidos na primeira volta, que se realizou em 07 de outubro.

LUSA

Continue Lendo
Publicidade
Clique para comentar

Deixe um comentário

avatar
  Subscribe  
Notify of
Publicidade

Autores

Ana Margoso
Ana Margoso (3)

Jornalista

António Sacuvaia
António Sacuvaia (122)

Editor

Diavita Alexandre Jorge
Diavita Alexandre Jorge (5)

Politologo

Ladislau Neves Francisco
Ladislau Neves Francisco (7)

Politólogo - Comunicólogo - Msc. Finanças

Olivio N'kilumbo
Olivio N'kilumbo (8)

Politólogo

Vasco da Gama
Vasco da Gama (30)

Jornalista

Victor Hugo Mendes
Victor Hugo Mendes (8)

Jornalista e Escritor

Walter Ferreira
Walter Ferreira (2)

Coordenador da Plataforma Juvenil para a Cidadania

Publicação

© 2016 - 2018 Todos os direitos reservados a Correio Kianda. | Este material não pode ser publicado, transmitido por broadcast, reescrito ou redistribuído sem prévia autorização.
Ficha Técnica - Estatuto Editorial RGPD