" />
Conecte-se agora

Mundo

Guiné Bissau : Irregularidades no processo de recenseamento leva PRS a se manifestar

Redação

Publicados

on

- PRS Guine Bissau - Guiné Bissau : Irregularidades no processo de recenseamento leva PRS a se manifestar

O Partido de Renovação Social, PRS, na Guiné-Bissau, lançou na última segunda-feira, 15, uma denuncia internacional contra o governo do país, acusado de “arruinar” o processo de recenseamento eleitoral, visando as eleições de 18 de novembro.

Numa nota de imprensa chegada a redação do Correio da Kianda, o PRS lembra que o Primeiro-Ministro, Aristides Gomes “foi nomeado com o objetivo expresso de organizar eleições legislativas. Porém (ele) e o PAIGC estão a arruinar este objetivo”, denuncia o Partido que fala que o processo de recenseamento regista “falhas que vão da incompetência à ilegalidade, passando por suspeitas de manipulação”.

O PRS acusa o PM de nomear, de forma ilegal, duas entidades que ao fim e ao cabo usurpam as funções da CNE e do gabinete técnico de apoio ao processo eleitoral. “Até os tribunais foram usurpados, na validação de candidaturas e no contencioso”, denuncia Alberto Nambeia, Presidente do PRS que indica que “mais de metade” dos 900 mil eleitores “não poderá votar” nas próximas eleições.

O recenseamento, avança o PRS, começou há mais de 20 dias e só há 100 mil recenseados.

“A uma semana do fim do processo, ninguém acredita que o número chegue a 50 %. Rejeitamos um caderno eleitoral com menos de 90% de inscritos”, avisa, ao mesmo tempo que denuncia que técnicos do recenseamento (credenciados) estão a ser “substituídos” por pessoas do PAIGC “sem formação” ao mesmo tempo que a fiscalização dos delegados partidários “está a ser vedada por ordem de governantes do PAIGC”.

Face a um conjunto de constrangimentos, o PRS já fez saber que o Partido e outros parceiros vão “lutar contra” este processo, em conjunto com a “maioria” dos partidos bissau-guineenses. “A primeira ação é uma manifestação” agendada para hoje, domingo (21). O mesmo esteve agendado para quinta-feira, 18, mas foi adiado devido a uma greve geral nos transportes públicos que segundo o PRS “condicionaria a mobilização” de participantes.

Continue Lendo
Publicidade
Clique para comentar

Deixe um comentário

avatar
  Subscribe  
Notify of
Publicidade

Autores

Ana Margoso
Ana Margoso (3)

Jornalista

António Sacuvaia
António Sacuvaia (122)

Editor

Diavita Alexandre Jorge
Diavita Alexandre Jorge (5)

Politologo

Ladislau Neves Francisco
Ladislau Neves Francisco (7)

Politólogo - Comunicólogo - Msc. Finanças

Olivio N'kilumbo
Olivio N'kilumbo (8)

Politólogo

Vasco da Gama
Vasco da Gama (30)

Jornalista

Victor Hugo Mendes
Victor Hugo Mendes (8)

Jornalista e Escritor

Walter Ferreira
Walter Ferreira (2)

Coordenador da Plataforma Juvenil para a Cidadania

Publicação

© 2016 - 2018 Todos os direitos reservados a Correio Kianda. | Este material não pode ser publicado, transmitido por broadcast, reescrito ou redistribuído sem prévia autorização.
Ficha Técnica - Estatuto Editorial RGPD