" />
Conecte-se agora

Mundo

O presidente da Interpol está desaparecido na China

A Interpol endereçou um pedido formal de esclarecimentos às autoridades chinesas, sobre o desaparecimento do seu presidente. Meng Hongwei foi detido para interrogatório quando chegou à China em 29 de setembro.

Redação

Publicados

on

o presidente da interpol está desaparecido na china - Presidente interpol - O presidente da Interpol está desaparecido na China

Segundo o jornal South China Morning Post, o presidente da Interpol foi detido para interrogatório ao chegar à China. O problema é que as autoridades chinesas não prestaram qualquer esclarecimento sobre os motivos da detenção e nem sequer confirmaram que ela tenha ocorrido e que Meng Hongwei esteja em seu poder.

Hoje, o mesmo jornal noticia que a Interpol dirigiu às autoridades chinesas um pedido formal de esclarecimento sobre o paradeiro de Meng Hongwei, citando o Twitter da organização interpolicial. No tweet de hoje, a Interpol anuncia o pedido de esclarecimento e acrescenta que “o secretariado da Interpol aguarda uma resposta oficial das autoridades da China que responda às preocupações sobre o bem estar do presidente”.

Em Lyon, cidade francesa onde a Interpol tem a sua sede e Meng Hongwei tinha a sua residência, a polícia deu início a uma investigação sobre o desaparecimento daquele responsável. O ministro do Interior francês manifestou preocupação com ameaças que a família de Hongwei diz ter recebido e anunciou que a família fora colocada sob protecção policial.

Segundo o ministro, “a França está perplexa com a situação do presidente da Interpol e preocupada com as ameaças feitas contra sua mulher”.

Meng Hongwei, de 64 anos, é o primeiro presidente chinês da Interpol nomeado em 2016 para um mandato que deveria durar até 2020. A sua nomeação foi criticada por organizações de direitos humanos, que receavam uma instrumentalização do cargo para fazer deportar dissidentes reclamados pela China.

No seu país de origem, Hongwei foi membro do Comité Central do Partido Comunista e chegou a ser vice-ministro da Segurança Pública. Em Abril deste ano foi destituído do Comité Central mas continua, ainda hoje, a figurar como vice-ministro na página web do Ministério.

Continue Lendo
Publicidade
Clique para comentar

Deixe um comentário

avatar
  Subscribe  
Notify of
Publicidade

Autores

Ana Margoso
Ana Margoso (3)

Jornalista

António Sacuvaia
António Sacuvaia (123)

Editor

Diavita Alexandre Jorge
Diavita Alexandre Jorge (5)

Politologo

Ladislau Neves Francisco
Ladislau Neves Francisco (7)

Politólogo - Comunicólogo - Msc. Finanças

Olivio N'kilumbo
Olivio N'kilumbo (8)

Politólogo

Vasco da Gama
Vasco da Gama (30)

Jornalista

Victor Hugo Mendes
Victor Hugo Mendes (8)

Jornalista e Escritor

Walter Ferreira
Walter Ferreira (2)

Coordenador da Plataforma Juvenil para a Cidadania

Publicação

© 2016 - 2018 Todos os direitos reservados a Correio Kianda. | Este material não pode ser publicado, transmitido por broadcast, reescrito ou redistribuído sem prévia autorização.
Ficha Técnica - Estatuto Editorial RGPD