" />
Conecte-se agora

Sociedade

Atenção: estão clonar os multicaixas

Redação

Publicados

on

atenção: estão clonar os multicaixas - dcdc6597cd147535a4e7955d4fe22bc1 - Atenção: estão clonar os multicaixas

O Serviço de Investigação Criminal (SIC) no Cuando Cubango apresentou hoje, quinta-feira, à imprensa, quatro elementos que se dedicavam na prática de clonagem de cartões multi-caixa e subtração de valores avultados nas contas de vítimas, em que dos oito milhões, apenas recuperou 1 milhão e 900 mil Kwanzas dos supostos marginais.

O acto aconteceu no pátio das instalações do SIC, em que estavam presentes supostos marginais e as vítimas. A situação que preocupa os órgãos de defesa e segurança naquela região.

O porta-voz do SIC na província, Paulo Dias de Novais, explicou que de Março a Setembro do ano em curso o órgão registou 15 queixas de cidadãos que reclamam do desaparecimento de valores avultados nas suas contas.

Em função deste facto, o órgão, através dos seus métodos de funcionamento, levantou vários trabalhos que culminaram com a detenção dos implicados e os valores (1.900.000.00), mas que os prejuízos financeiros estão avaliados em cerca de oito milhões de Kwanzas.

Dos marginais foi possível a apreensão de um computador portátil de marca HP, uma impressora, um cartão multi-caixa do Banco de Poupança e Crêdito, um do Banco KEVE, um do banco BAI, todos falsificados, bem como uma máquina de falsificação e impressão de cartões multi-caixa de marca MRS606.

Disse que tudo indica que é uma rede que tem comunicação a nível do país na prática destes crimes, mas com a cooperação da população e a coordenação já existente com outros órgãos do Ministério do Interior, foi possível deter os burladores.

Por isso, aconselhou aos munícipes para maior cuidado na utilização dos cartões multi-caixas, devido aos prejuízos financeiros que poderão resultar das clonagens.

Manuel Dala Intumba Ndumba, líder do grupo, afirmou que as máquinas de falsificação eram duas, sendo uma de captação e gravação de dados de cartões multi-caixa, que se encontra na posse de um foragido, bem como uma outra de digitalização e impressão.

Fez saber que as máquinas foram adquiridas em Windhoek, capital da República da Namíbia, através de um seu amigo que identificou por Óscar, de nacionalidade namibiana, e posto em Menongue recrutou os outros três integrantes da quadrilha.

Na ocasião, uma das vítimas, que não quis identificar-se, disse que o seu cartão foi clonado no dia 18 do mês em curso e lhe foi retirado 880 mil Kwanzas, ao efectuar uma transação, depois de notar a falta dos valores no seu cartão quando pretendia fazer um pagamento num restaurante.

Daí, prosseguiu, ter recorrido a um banco mais próximo onde lhe foi informado que fez um pagamento muito elevado da sua conta a partir do cartão multi-caixa, enquanto o mesmo não tinha usado.

Contudo, recorreu ao SIC onde prestou queixa e depois de duas semanas foram detidos os falsificadores de cartões de crédito, onde conseguiu reaver os seus valores, tendo aconselhado a população no sentido de ter mais cuidado, porque a prática deste crime está acontecer em Menongue.

Continue Lendo
Publicidade
Clique para comentar

Deixe um comentário

avatar
  Subscribe  
Notify of
Publicidade

Autores

Ana Margoso
Ana Margoso (3)

Jornalista

António Sacuvaia
António Sacuvaia (123)

Editor

Diavita Alexandre Jorge
Diavita Alexandre Jorge (5)

Politologo

Ladislau Neves Francisco
Ladislau Neves Francisco (7)

Politólogo - Comunicólogo - Msc. Finanças

Olivio N'kilumbo
Olivio N'kilumbo (8)

Politólogo

Vasco da Gama
Vasco da Gama (30)

Jornalista

Victor Hugo Mendes
Victor Hugo Mendes (8)

Jornalista e Escritor

Walter Ferreira
Walter Ferreira (2)

Coordenador da Plataforma Juvenil para a Cidadania

Publicação

© 2016 - 2018 Todos os direitos reservados a Correio Kianda. | Este material não pode ser publicado, transmitido por broadcast, reescrito ou redistribuído sem prévia autorização.
Ficha Técnica - Estatuto Editorial RGPD