" />
Conecte-se agora

Mundo

Passageiro tenta entrar no cockpit de avião para carregar telefone

Redação

Publicados

on

passageiro tenta entrar no cockpit de avião para carregar telefone - 550c441a6bb3f776218b4568 750 562 - Passageiro tenta entrar no cockpit de avião para carregar telefone

Um passageiro da bordo de um avião da IndiGo foi retirado do voo com destino a Calcutá, na Índia, depois de ter tentado entrar no cockpit para carregar o telefone. O homem, que alguns media indianos avançaram estar embriagado, foi detido, por ter violado as normas de segurança, e posteriormente libertado.

“Enquanto um avião da IndiGo estava no solo, um passageiro indisciplinado tentou entrar no cockpit porque queria carregar o telemóvel”, dizia o comunicado da companhia aérea, citado pelo The Guardian.

Este é o segundo incidente esta semana com passageiros da Índia. Na segunda-feira, um homem que ia a bordo de um avião que partira de Deli com destino a Patna, foi apanhado a tentar abrir a porta traseira do avião em pleno voo. Um outro fez soar o alarme e acabou por ser entregue pela tripulação à polícia quando o avião chegou ao destino.

A queda no preço dos bilhetes aéreas e o aumento dos salários na Índia levaram a um boom nos voos domésticos, refere o jornal. Mais de 91,3 milhões de passagens domésticas foram emitidas este ano (até agosto), o que representa um aumento de mais de 21% em relação a período homólogo.

Apesar de representar um sinal de que a economia indiana está a florescer, as operadoras têm-se queixado dos novos desafios que enfrentam, sobretudo com passageiros de “primeira viagem”.

A Air Asia India disse estar a preparar um vídeo explicativo para os novos clientes, explicando aspetos essenciais das viagens aéreas, desde a necessidade de chegar a tempo até instruções simples de como usar o WC a bordo.

Bofetadas entre pilotos e assédio sexual
Na semana passada, mais de 30 passageiros foram hospitalizados depois de sofrerem hemorragias nasais, dores de cabeça e dores de ouvido: a tripulação de um voo que partira de Jaipur esquecera-se de pressurizara cabine.

No início deste ano, a Jet Airways suspendeu dois pilotos por cinco anos depois de um deles ter agredido a sua copiloto durante um voo para Mumbai. Ela terá abandonado o cockpit e o piloto foi atrás, deixando o avião em piloto automático.

No entanto, o problema não são apenas os aspetos práticos. É frequente ler-se na imprensa local indiana queixas dos comissários de bordo sobre o comportamento de passageiros com maior poder de compra, que acreditam que são imunes a consequências. Há relatos de assédio sexual, embora o problema não seja exclusivamente indiano. O FBI revelou, em abril, ter recebido 63 denúncias de agressão sexual a bordo de aviões norte-americanos em 2017.

Continue Lendo
Publicidade
Clique para comentar

Deixe um comentário

avatar
  Subscribe  
Notify of
Publicidade

Autores

Ana Margoso
Ana Margoso (3)

Jornalista

António Sacuvaia
António Sacuvaia (123)

Editor

Diavita Alexandre Jorge
Diavita Alexandre Jorge (5)

Politologo

Ladislau Neves Francisco
Ladislau Neves Francisco (7)

Politólogo - Comunicólogo - Msc. Finanças

Olivio N'kilumbo
Olivio N'kilumbo (8)

Politólogo

Vasco da Gama
Vasco da Gama (30)

Jornalista

Victor Hugo Mendes
Victor Hugo Mendes (8)

Jornalista e Escritor

Walter Ferreira
Walter Ferreira (2)

Coordenador da Plataforma Juvenil para a Cidadania

Publicação

© 2016 - 2018 Todos os direitos reservados a Correio Kianda. | Este material não pode ser publicado, transmitido por broadcast, reescrito ou redistribuído sem prévia autorização.
Ficha Técnica - Estatuto Editorial RGPD