Connect with us

Desporto

1.º de Agosto perde oportunidade de isolar-se na liderança

Published

on

O 1.º de Agosto perdeu este sábado a oportunidade de isolar-se na liderança do Girabola2022/23, ao consentir derrota no reduto do Santa Rita de Cássia do Uíge, por 0-1, em jogo da 18ª jornada.

À entrada desta ronda, os militares partilhavam a liderança com o Petro de Luanda, com 35 pontos.

Os petrolíferos viram o seu jogo adiado, em virtude do seu envolvimento na fase de grupos da liga dos clubes campeões, onde empataram neste sábado a zero bolas com o JS Kabile da Argélia, no estádio 11 de Novembro.

A turma do Rio Seco, depois de uma vitória moralizadora frente ao FC Bravos do Maquis, por 2-1, na jornada anterior, hoje não conseguiu impor o seu favoritismo diante dos “católicos”, tendo sofrido o único golo aos 80 minutos, numa partida disputada no estádio 4 de Janeiro.

Trata-se da primeira vitória do Santa Rita de Cássia diante do 1.º de Agosto, em nove jogos, tendo um saldo de sete derrotas e um empate.

Com esta vitória, o Santa Rita de Cássia mantém a sexta posição no campeonato, agora com 26 pontos.

O conjunto, orientado pelo angolano Filipe Nzanza, perdeu face às dificuldades encontradas no estádio 4 de Janeiro, onde a equipa local soube fechar todas as investidas da equipa militar, com raça e crença próprias de um grupo que se mostrou unido no desejo de um final feliz.

A imagem da exibição patenteada pelo Santa Rita de Cássia revelou a capacidade do grupo de superar os pontos fortes do conjunto forasteiro, um obstáculo habitualmente difícil de vencer.

De resto, logo aos três minutos, o lateral esquerdo do 1.º de Agosto por pouco teria feito o primeiro golo da partida, depois de um cruzamento cheio de intenção.

Aos 26 minutos, Rabbi, avançado da equipa local, rematou forte para as malhas laterais, depois de um passe de Gui.

No minuto 33, o Santa Rita voltou a ameaçar por intermédio de Cedrick, que, na área de penalidade, atirou para fora.

No contra-ataque, o avançado Liliano do 1.º de Agosto, sozinho na zona de penalte, rematou para a defesa apertada de Anselmo.

No reatamento do jogo, a equipa militar deixou transparecer insegurança no sector recuado, mesmo com alguns períodos com lances de perigo, mas sem sucesso.

Com Angop

 

Continue Reading
Click to comment

Leave a Reply

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *